Eu nasci foi pra ser antissocial mesmo

Foi divertido, até.
Começou com um estouro, com a novidade: a data verdadeira ocorreria na quinta-feira, mas seria num dia de sábado.
Até aí tudo bem, porém tudo o que eu mais queria era dar um bolo nos meus amigos e passar o dia em casa dormindo, escutando Reboot e Pink Tape até os ouvidos sangrarem.
Mas eu decidi ir na festa. A mais atrasada, quase deixei todo mundo na mão porque preferi ficar no Facebook do que ir me arrumar. Eu não queria ir lá, e tentei de tudo para ficar quietinha na minha. Mas não deu, todo mundo me esperou e eu fui, com um sorrisinho tão falso, que eu deveria fazer teatro, já que ninguém percebeu.
A sapatilha black&white, calça da escola e a blusa de frio que nunca uso. Soltei o cabelo e pronto: taquei o celular com a bateria em 64% na bolsa, torcendo que acabasse o mais rápido possível pra ninguém pedir emprestado pra tirar foto.
Argh. Antigamente eu até que gostava da noite, mas agora não mais. Não bastava estar tudo deserto, a pouca iluminação... Tinha sapo demais. Quando vi o primeiro, saí correndo desesperada. Mais tarde não deu pra fugir; tinha pessoas na rua e não queria pagar o tal do mição com aqueles desconhecidos.
A casa não tinha barulho, não tinha balão avisando que ali avia uma festa nem nada. Como uma pessoa normal, fomos ao outro lado da rua tentar buscar informações. Voltamos á casa laranja e nos deparamos com uma vizinha. Uma velhinha vestida com roupa de dormir, perfeito! Perguntamos a ela e aquela era a casa, e só podíamos ficar batendo lá mesmo. Que droga. Nem fiz questão de gritar alguma coisa, afinal, eu só queria voltar pra casa. Bati no portão devagarinho, e graças a Deus ninguém atendeu.
Mais tarde fomos atendidas e fomos nos sentar numa mesa lá. Foi tudo um tédio. Mas confesso que a hora do parabéns foi legal, e quando tiramos a foto com a bateria em 31% também foi legal.
Peguei vários doces. Família rica é assim, eu acho. Não come nada. São tão magrinhos, e qualquer semelhança com o povo pobre da África é um paradoxo. Um não come porque não pode e o outro porque também não pode, diz que faz dieta. Argh. E aquela sala? Onde tem uma cristaleira enorme cheia de coisa de vidro que poderia se quebrar em qualquer momento comigo ali? Perdi foi a minha atenção, com a mesa chiquérrima deles. Primeiro, gostaria de dizer que como é na sala de casa. Vendo televisão. Depois, que a única mesa que tem dentro da minha casa só serve pra estudar. Mais o outro lado da ponte é sempre diferente, e naquela mesma tinha um enfeite de bambu (creio que era de bambu) onde os pratos ficavam em cima pro povão jantar. Só bateu uma inveja em mim, porque na minha casa só tinha aqueles pratos de vidro transparente, azul e marrom. Fiquei imaginando que as aniversariantes nem deveriam ter comido dobradinha na vida. Mas são humildes, são sinceras, têm um bom coração, que é o que importa no fim de tudo.
Lembro que no final elas disseram pra gente pegar os doces da mesa do bolo, ali implorando. Porque ia sobrar, eles não comiam por estarem em dieta, e tinha muito mais guardado em casa. E eu peguei mais doce mesmo.

4 comentários:

  1. Oi Vick, tudo bem?

    Desculpa por parar de comentar em seus posts, sou meio egoísta e isso é uma porcaria da minha parte. Então tô aqui pra deixar o egoísmo de lado e deixar um recadinho meu por aqui.

    Você não nasceu pra ser antissocial, na verdade, ninguém nasceu. Todos tem seu próprio jeito de se lidar com as coisas, já você é apenas uma pessoa que não curte muita movimentação e lugares "cheios" de pessoas. Você gosta de um cantinho só seu, quieto e organizado, e isso não é ser antissocial, é ser você mesma.

    Esse seu texto foi maravilhoso de ser lido, até reli pra deixá-lo na cabeça, não sei por qual motivo.

    Desculpe-me pela ausência, prometo voltar aqui em breve.

    https://mariposadelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh obrigada pela leitura Ariane :)
      muito obrigada mesmoo c:

      Excluir
  2. Oieee Vick! Tudo certo?

    Eu amei o seu blog, você tem um dom para textos, mas não fique tão pra baixo assim! Concordo com a Ari, ninguém nasceu para ser antissocial, ela já falou tudo.
    Nossa, nem sei o que falar, você realmente tem um dom com seu jeito de ser VOCÊ MESMA e não ANTISSOCIAL, então não pense do jeito que você escreveu ok? :3
    Ligue mais para o que você é e não para o que as pessoas dizem...

    Aceita afiliação ou amizade? Adorarei isso <3
    Bjosss!!

    Madness Magic / visite! ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelo comentário moça :)
      irei vistar teu bloguito mas não trabalho com afiliações jdkfgdjfhg

      Excluir