margineus
bem-vindo

Oi! Eu sou a Vick e tenho 15 anos. Sou de virgem com ascendente em peixes ;)

Coreografias de k-pop

|| ||
E aí gente, como vocês vão? Eu vou na merda com o CCAA: já está definido que irei sair daquele ninho de mafagafos mofados á ouro, mas as provas já serão segunda-feira que vem e o meu maldito professor passou duas atividades (uma em PDF e outra no Word) pelo Whatsapp e teve uma questão dificílima lá, a gente já vai responder as atividades hoje e eu tô aqui postando porque nada melhor do que fingir que tá tudo bem, né? Vou ver se chego mais cedo no ninho de mafagafos pra copiar a resposta com os mini-mafagafinhos, e aí vai ficar tudo bem.
Porque é só um exercício e a gente fica morrendo de preocupação, com vergonha de errar e tudo, porque ter ansiedade é um sacooo.
Bem, eu percebi dando uma olhada rápida nos meus posts que eles estão numa profunda melancolia: falando sobre solidão, fim de amizades, reclamações sobre bebês e isso tudo é chato, e pensei: já que estou virando a louca das coreografias do k-pop que tal um post 10/10 genérico pra falar de coreografia?
Então, eu vou pular todo o blá blá blá que esse assunto tem e partir logo pra ação:


My Copycat foi a primeira música na qual eu consegui aprender a coreografia inteira. Ás vezes eu erro, mas errar é humano. A coreografia é fácil; meu sonho é dançar ela na frente de uma câmera e ver a reação de quem tá vendo, além de que a coreografia deixa seus ombros e canelas novinhos em folhas.


Confesso que tenho vergonha de dançar isso na minha casa e só pratico quando estou sozinha e ninguém tá vendo, além de que eu ainda estou aprendendo a coreografia. Aqui, estudamos e decoramos o ato de não levar socadas na costela, estudando as coxas e o joelho no chão duro, além dos movimentos de apontar para as pessoas. Malhamos a cintura, batata da perna e joelhos. Depois de aprender a coreografia, você fica até mais desinibida.


Depois de aprender essa coreografia nunca mais vai doer pra você na hora de agachar, porque não sei se vocês sabem: a dança é um ótimo artifício para get into shape e, com RED você não vai ter mais problema de cair no chão e se levantar sozinha, não vai ter problema de agachar e sentir dor, porque essa música tira a dor. A única parte da música que não sei dançar é a do rap, porque a parte do rap é sempre a mais difícil.

Aqui temos uma coreografia de muita masculinidade onde eu não sei onde fica o passo 1, o passo 2, o passo 3 e assim em diante. Foi a primeira coreografia de boygroup que tentei a prender e que desisti tão rápido, porque se for pra ficar com joelho rasgado eu prefiro ficar com joelho rasgado e costela socada lá em Girls Day - Something; além de que o EXO tem 9 membros e nessa era deviam ter os 12, e eu nunca sei qual membro imitar, cada um fica fazendo uma coisa diferente e eu fico perdida sem saber pra onde ir.  Nessa coreografia monstro você malha tudo: os braços, a batata da perna, coloca a força do corpo todo nos pés e acaba malhando os joelhos, acaba malhando a cintura tudo de uma vezada só. Aí fica fácil pra agachar, pra cair e se levantar sozinha, fica tudo fácil, se você souber dançar a coreografia sem quebrar uma perna antes. Eu sabia que iria quebrar a perna então desisti antes.

Bem, o que eu aprendi com coreografias do k-pop? Aprendi a não desmerecer as dançarinas do Faustão e nem os dancers de um grupo, porque é difícil sim. Até pra aprender a de Orange Caramel foi complicado, os movimentos são rápidos demais e a gente tem que pegar o ritmo, além de que se a gente ficar 1 mês sem dançar a gente já esquece tudo, pelo menos é com o meu caso e o corpo volta a doer na hora de agachar.
Mas as coreografias também fazem da gente um ser mais saudável e vale a pena aprender, principalmente se for de uma música que gosta. Também tem que ter dedicação, eu aprendi a primeira parte de Girls Day em um dia e já sabia a de Red, mas fiquei um ano sem dançar ela e quando fui dançar de novo, cadê aquela facilidade toda? Tinha ficado no passado.
PS: coloquei um pinguinho de ironia na hora de falar das coreografias.

Bem, até mais amores, talvez eu volte nesse dezembro com mais um post e depois só em Janeiro, mas a hora de dizer Feliz Natal e Feliz Ano Novo fica pro próx. post. Bye~~

6 comentários:

  1. Oieee. Eu já aprendi várias coreografias de kpop. Eu já tentei aprender orange caramel para dançar na escola, imagine, será que ficaria micoso? Acabou que eu acabei dançando outra. Parece ser legal a dança do something. Eu já vi a dança de Red parece que tem que agachar muito mesmo. Growl parece difícil. Sim é difícil mesmo. Acho que eu percebi a ironia. Até mais amoreeee amora. Até o próximo post vick.
    Snack Cheese Fomos para Marte 👽 ~☆v i s i t e - n o s☆

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iza dança Orange Caramel pra escola sim, as coreografias delas são um hinoooo
      mt obrigada por estar aqui, izinhaa ^^

      Excluir
  2. Oláa Vick <3!
    Eu vou indo...
    "Ninho de mafagafos mofados á ouro" shaushuahsuajshjahsjha.
    Desejo-lhe que vás bem na prova de segunda-feira.
    Sobre os seus posts melancólicos, eu entendo. Ás vezes escrevo umas coisas muito depreciativas e dá vontade de postar no meu blog, mas aí penso que é melhor deixar essas energias ruins pra lá.
    Menina adorei você compartilhar com a gente essas coreografias. Estou adentrando ao mundo do k-pop, coréia aos poucos e estou gostando. Eu tenho uma amiga (qual escrevi uma carta pra ela no meu blog) que mora em outro estado. E ela participa nesses negócio de k-pop, tem até grupo profissional e etc..
    Eu vou 'tentar' fazer essas coreografias, e ainda vai me ajudar na dietinha que pretendo fazer.
    Eu adoro as ironias que você coloca nos seus posts.
    Beijos♡

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
      eu coloco muita ironia nos meus posts?? Você acha isso muito ruim? Tipo eu sou irônica desde sempre, minha voz já é irônica e muita gente acha que eu não deveria ser irônica por já ter a voz assim.
      Mas se você adora tá bom ♥
      sempre é bom emagrecer com dança hahahah

      Excluir